quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Príncipe Nagô

Na fluidez da tua alma encontrei o abrigo

Olhos coloridos de frutas doces

O chocolate é da pele

Me precipita de calor

Homem doce de xangô

Eu sou de oxum

Vamos sobir até o orum

E dançar com os orixás?

Os desenhos são de um prícipe negro

Banhado com as melhores essências

Uma essência que escorre de dentro

De dentro do seu peito

Que me purifica e me regozija

Na dura batalha da vida

Cresce, mas descansa

Descansa nos meus braços

Nossas estações podem mudar

Mas eles sempre serão teus


Dalila Fonteles Mauler 28/09/2009


um presente....

------------------------------------

No player: Local Hero – Wild Theme (Live) - Dire Straits

5 comentários:

Thiago César disse...

entendi hein!
hehe... belo presente!

Siddha patiya paudita disse...

Legal!
O seu príncipe deve ter gostado.
Acho que ele deve ter enchido o peito ao saber que os seus braços sempre serão dele.
É bom dançar né?

Parabens!
=]

CA Ribeiro Neto disse...

Bela poesia, melhor ainda declamada!

beijos

Gi disse...

muito linda a poesia... =)

gostei da referência aos orixás...

Hermes disse...

oxalá kk cade a nova postagem?=D