quinta-feira, 4 de março de 2010

Brisa pura da infância


Borboletas
Brincam alegres no quintal
Umas mais alegres do que outras
E eu sinto
A brisa das suas pequenas e frágeis asas
Fresca e pura como a infância

Na na na na
Na na...

Bolhinhas de sabão no quintal
Passeiam ao sabor do vento...




Pra todos aqueles que precisam por os pés no chão, mas quando se dão ao luxo de sonhar, o fazem como crianças e suas bolhas de sabão!
Dedicada à borboleta menos alegre do quintal.

(Essa poesia é a letra de uma música minha)
----------------------------------
No player: All Or Nothing - Au revoir Simone

16 comentários:

Marília Maia disse...

De fato,
é a melhor época de nossas vidas... a infância...

Jéssica de Sousa disse...

Concordo...a infância com certeza é a melhor fase
intrigante: meu post dessa semana também foi falando de crianças, e da infância de certa maneira =D

Le Babiot disse...

...posso dizer?Owtiiii, *-*, tá lindo...mas, essa moça aí fazendo propaganda do post dela, tu...vai deixar, se fosse eu, tomava satisfação, hein, que roubar tua fofura, cajuzim, hauhau(aqueles minino enrredeiro, óia!)

CA Ribeiro Neto disse...

Babiô tá parecendo aqueles cara que ao menor indício de confusão entre duas pessoas, bota a mão entre os dois e diz: quem cuspir aqui primeiro ganha, para fazer um cuspir no outro e começar a briga de verdade... heurheurehuhuehruh

Essa música eu já tinha escutado e é linda!


E agora me lembrei de "Deixa que a moça..." na interpretação perspicaz de Carlos Frederico!

Thiago César disse...

ah, desde o começo eu desconfiei q fosse uma musica por causa do "na na na"... hehe!
filet!

Paulo Henrique Passos disse...

Belíssima a imagem construída por essas palavras: uma criança no meio de um quintal, entre várias borboletas, brincando de soltar bolhas de sabão.

Herbenia Freitas Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Herbenia Freitas Ribeiro disse...

Nossa! parece um poema haikai! quase senti e visualisei a cena de uma borboleta fazendo folia no meu quintal. Voce se garante usando esse porta-voz infantil. Se pretender algum dia publicar um livro, aí vai um conselho...continue nessa linha; Literatura infantil, pela delicadeza, é tao ou mais tocante que Literatura adulta, que geralmente é densa e triste. É bom uma certa leveza às coisas, como voce conseguiu agora, e o melhor: sem ser superficial. Nao é demérito nao..pelo contrário.
Gostei muito do seu texto. Virei mais vezes por aqui ;D
abraço

Herbenia Freitas Ribeiro disse...

eu pensei que o comentário nao tinha ido,cometi uma gafe blogueiristica ;P
ai dps quando vi, tinha sido postado =S
enfim...gostei mesmo do texto, mas se quiser deixa uma e tira a outra, pra nao parecer que eu sou doida e autista e falo a mesma coisa duas vezes ;P

Paulo Henrique Passos disse...

Sobre a tua pergunta lá no meu post: não, não tem nenhuma razão de a linha ser pontilhada. E do significado, a velhinha não olha pra bolsa e depois pra igreja; o que ela faz é o sinal da cruz - a linha poentilhada -, assim como o cara. Os dois agem naturalmente: o que a velhinha fez é normal, já com o gesto do cara e quis passar a priorização de valores materiais em detrimento de outros valores bem mais importentes, não necessariamente religiosos. É isso.

Históriador disse...

Olá Dalila,
obrigado pelo comentário e pela visita no Blog.
Apareça mais vezes, a casa é sua também.
Forte abraço!
O Historiador

Marcella disse...

Apesar da poesia parecer brincar com as cores a beleza, foi parágrafo final que me ganhou com quem escolhe seu par num valsa.

CA Ribeiro Neto disse...

E esse diabo de propaganda aí no teu blog? hehehe

Freddy Costa disse...

Deixa que a moça escolha que flor usar, Carlin...

Hermes disse...

Lecal, mas eu não consigo achar a infância a melhor época da minha vida. Que bom que você consegue ver tanta pureza, e coloca em poesia, o que é o principal, até alivia e muda os meus conceitos. Mas em geral, o que vejo é crueldade e despotismo.

CA Ribeiro Neto disse...

Dalila, Entrou o 15º membro do Blogs de Quinta:

Marcília de Sousa - http://marciliadesousa.blogspot.com/

Junte-a à lista!

beijos